O ex-analista da Agência de Segurança Norte-americana (NSA), Edward Snowden, foi autorizado a ficar mais três anos na Rússia, onde já está há um ano, afirmou o seu advogado, esta quinta-feira, segundo a Reuters.

«A decisão já foi aprovada. Desde 1 de agosto de 2014 que Edward Snowden tem um visto de residência válido por três anos», disse Anatoly Kucherena, advogado do ex-analista.

No ano passado foi-lhe concedida uma autorização de residência por um ano, para que não fosse extraditado para os Estados Unidos, onde é procurado por traição.

Snowden aterrou no aeroporto de Moscovo, vindo de Hong Kong, a 23 de junho de 2013, depois ter assumido que entregou ao jornal britânico «The Guardian» documentos secretos dos EUA, que revelaram as políticas de espionagem a cidadãos de todo o mundo.