O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, vai reunir-se com os líderes da Comissão Europeia, do Eurogrupo, do FMI e do BCE na segunda-feira, antes da cimeira da zona euro para encontrar uma solução para a Grécia.

Segundo uma nota do gabinete do chefe de Governo da Grécia citada pela agência financeira Bloomberg, Alexis Tsipras vai reunir-se com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, com o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, com a diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, e com o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi.

O jornal diário grego Kathimerini, na sua edição em inglês, acrescenta que a reunião foi convocada pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e que o encontro vai ocorrer antes da cimeira da zona euro convocada de emergência para encontrar uma derradeira solução para a crise na Grécia, citando fonte governamental.

Este domingo soube-se que o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, apresentou  novas propostas gregas, tendo em vista "um acordo benéfico mútuo", aos responsáveis da Alemanha, França e ao presidente da Comissão Europeia, anunciou o seu gabinete de comunicação. 

As propostas foram apresentadas durante conversas telefónicas de Alexis Tsipras com a chanceler alemã, Angela Merkel, o Presidente francês, François Hollande, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker. 

De acordo com o comunicado, o acordo "deverá trazer uma solução definitiva e não provisória" para a Grécia, sem precisar se as propostas feitas são novas, como desejam os seus credores.

A Comissão Europeia já confirmou que está a trabalhar sobre as “novas propostas” para conseguir que a Grécia alcance um acordo com os credores internacionais na cimeira extraordinária de segunda-feira em Bruxelas.

O chefe de gabinete do presidente da Comissão Europeia, Martin Selmayr, também confirmou o notícia através da rede social Twitter.

"É um bom ponto de partida para o encontro do Eurogrupo", afirmou Selmayr, sublinhando que a nova proposta "foi arrancada a ferros".