A agência grega do medicamento anunciou esta quarta-feira que suspendeu temporariamente a exportação de 73 tipos de medicamentos para evitar a escassez devido às restrições financeiras impostas à Grécia.

“Para proteger a saúde pública, uma medida de emergência proíbe temporariamente a exportação de 73 tipos de medicamentos”, indicou a agência EOF, em comunicado.


A agência adianta que esta decisão tem “um efeito imediato”, sendo também interdita a acumulação destes medicamentos para armazenamento.

Em causa estão medicamentos para o tratamento de diabetes e asmas, bem como vacinas para a hepatite e varicela.

O receio de uma escassez de medicamentos resulta do controlo de capitais imposto pelo Governo grego a 29 de junho, uma iniciativa para pôr termo à fuga de capitais e ao colapso do sistema financeiro.