Kate McWilliams tem 26 anos, Luke Elsworth tem 19 anos. Ela é a mulher mais nova a tornar-se piloto principal de uma companhia aérea comercial, ele é o seu copiloto e um dos mais jovens nestas funções. Feitas as contas, as idades dos dois somam 45 anos e juntos tomam a responsabilidade de conduzir as vidas de centenas pelos ares aos comandos dos aviões da Easyjet.

O feito alcançado pelos jovens tem sido notícia um pouco por todo o mundo. 

O céu nunca foi o limite para a britânica, que se apaixonou pelos aviões aos quatro anos, quando assistiu a um festival aéreo. Juntou-se aos cadetes da aviação aos 13 e, antes do 20, iniciou um curso de piloto comercial.

 

 

“Tenho muita experiência”, refere Kate McWilliams, citada pela CNN. Desde os 21 que trabalha na companhia low cost, mas nunca pensou trabalhar na aviação comercial.

Há 130.000 pilotos comerciais no mundo, mas apenas 450.000 são mulheres, segundo a Associação internacional de Mulheres Piloto, pelo que Kate McWilliams pode ser um exemplo e uma inspiração para outras mulheres que, mesmo sem asas, queiram voar.