bombista da maratona de Boston

"Eu gostaria de pedir desculpas às vítimas e os sobreviventes. Eu fiz isso [cometeu o crime]. Sinto muito pela vida que tenho tido, pelo sofrimento que causei, e pelo terrível dano do meu comportamento. Eu sou muçulmano. A minha religião é o Islão. Rezo a Deus para conceder sua misericórdia sobre aqueles que foram afetados pelos bombardeamentos e suas famílias. Rezo por eles. Peço a Deus que tenha misericórdia de mim, do meu irmão e da minha família"




pena de morte já tinha sido anunciadamatando três pessoas



merecia morrer

"Ninguém vai lembrar-se que os seus professores gostavam de si, que era engraçado, um bom atleta. Sempre que seu nome for mencionado, o que vai ser lembrado é o mal que fez, que assassinou, que mutilou. Foi um auto-engano monstruoso. Teve que esquecer a sua própria humanidade"




declarado culpado de todos

gesto com o dedo do meio