A polícia alemã informou que deteve no domingo 40 migrantes, na sua maioria de origem do norte de África, numa operação policial, na cidade de Dusseldorf, na Alemanha.

Segundo a AFP, esta operação já estava planeada desde o ano passado e nada teve a ver com as agressões sexuais registadas em Colónia, no final do ano.

As buscas realizaram-se em cafés, casinos e bares, da cidade de Dusseldorf, numa zona chamada Little Marroco, devido à concentração de pessoas e estabelecimentos marroquinos. As forças policiais procuraram indícios de uma presumível organização de roubo organizado. Ao todo foram detidas 40 pessoas, 38 delas não tinham os documentos legais para permanecer na Alemanha.

Little Marroco chamou à atenção da polícia devido à crescente onda de carteiristas e por se ter vindo a tornar num centro de tráfico de droga, segundo o jornal alemão Deutsche Welles.

De acordo com o comunicado da polícia, citado pela agência noticiosa, as buscas contaram com 300 agentes da polícia que interrogam 294 suspeitos e detiveram 40. Foram também encontrados seis telemóveis ligados aos crimes de roubo organizado.