O presidente da Comissão Europeia disse esta terça-feira, em Estrasburgo, esperar «clareza e transparência» dos «parceiros norte-americanos» relativamente às notícias sobre alegada espionagem às instituições da União Europeia, que classificou como muito «perturbadoras».

José Manuel Durão Barroso, que participa num debate no Parlamento Europeu, em Estrasburgo, França, sobre os resultados do Conselho Europeu da semana passada, iniciou a sua intervenção apontando que, antes de falar da matéria em agenda, queria «abordar imediatamente» as «notícias dos últimos dias sobre atividades norte-americanas na UE e em Estados-membros», face à sua «importância política».

«Se estas notícias se revelarem verdadeiras, seria muito perturbador e levantaria preocupações graves e muito importantes», disse, acrescentando que foi, por isso mesmo, que Bruxelas pediu a Washington uma «imediata clarificação do assunto».