Os três jornalistas da Al-Jazeera detidos esta quarta-feira em Paris quando pilotavam um drone foram libertados esta madrugada, segundo revelaram as autoridades citadas pelo Le Monde.

Segundo um porta-voz, «não há nenhuma relação» entre os três jornalistas e os drones avistados nas últimas noites em pontos emblemáticos e sensíveis de Paris.

O jornalista que pilotava o drone será presente a tribunal na próxima semana para reconhecer a culpa no incidente e o aparelho pode ser confiscado. De acordo com o jornal francês, os repórteres explicaram às autoridades que estavam apenas a fazer uma reportagem sobre o funcionamento dos drones.
 
As autoridades policiais de Paris avistaram na madrugada de quarta-feira, e pela segunda noite consecutiva, drones não identificados a sobrevoar o centro da cidade

Os voos foram detetados entre o final da noite de terça-feira e o início da madrugada desta quarta-feira, de acordo com fontes da polícia francesa. 

Os drones foram avistados nas imediações da Praça da Concórdia, de Os Inválidos e ao longo do rio Sena. 

Pelo menos cinco aparelhos já tinham sido avistados a sobrevoar Paris na noite passada.