Trinta e seis pessoas foram detidas e 1,5 toneladas de haxixe foram apreendidas numa operação policial internacional apoiada pela Europol e pela Eurojust, que resultou no desmantelamento de uma rede de tráfico de droga.

Num comunicado divulgado nesta quarta-feira, a Europol informa que a operação, liderada pela Guardia Civil espanhola, foi iniciada no ano passado, quando polícias marroquinos intercetaram um barco carregado com haxixe e detiveram a tripulação, tendo-se descoberto que os traficantes contrabandeavam regularmente a droga de Marrocos para Espanha visando distribui-la em toda a Europa.

Nas buscas realizadas posteriormente, participaram forças policiais de Portugal e França, além das de Espanha e de Marrocos, e foram apreendidos «mais de 32.000 euros, 200 telemóveis, 13 automóveis, uma motorizada, uma embarcação, um colete à prova de balas, uma arma com munições, bem como cocaína e objetos para pesar e dividir droga», adianta o comunicado citado pela Lusa.

A Europol refere ainda que «o chefe marroquino da rede criminosa foi morto em Cuerta (Espanha) há poucos dias num ajuste de contas entre organizações de tráfico rivais».