Uma tribo de nativo-americanos do Estado da Dakota do Sul vai abrir, na passagem de ano, o primeiro resort nos EUA onde é permitido comprar e fumar marijuana legalmente.

A tribo Santee Sioux, que tem cerca de 400 membros, planeia, assim, aproveitar uma nova lei do Departamento da Justiça norte-americano, que permite que as tribos nativo-americanas possam cultivar e vender a droga nas suas propriedades, de forma semelhante ao que já acontece no Estado do Colorado.

Significa isto que, apesar de ser ilegal cultivar e vender marijuana no Estado da Dakota do Sul, a tribo não terá problemas em abrir o espaço de lazer, que vai ter jogos, um bar, música ao vivo e máquinas de casino.

“Queremos que seja um recreio para adultos. Não há nenhum sítio igual nos EUA”, disse à Associated Press o líder tribal Anthony Reider.


Segundo a agência AP, os Santee Sioux já começaram a cultivar a droga, e esperam vendê-la pela primeira vez dia 31 de dezembro, na festa da passagem de ano.

Para a tribo, que já tem um casino, um hotel e uma herdade, esta vai ser mais uma fonte de receita, que poderá geral cerca de dois milhões de dólares por mês (cerca de 1,8 milhões de euros), segundo estimativas da tribo. Para Anthony Reider esta é a apenas mais uma forma de adaptação aos tempos modernos, para que se possa continuar a preservar o passado.

“[A tribo] tem de olhar para estas oportunidades, porque para preservar o passado é preciso avançar para o presente”, afirmou Reider.

A droga poderá ser comprada em quantidades de uma grama, por 12,5 dólares (cerca de 11 euros).