Londres é a capital europeia com o consumo mais elevado de cocaína. A informação é avançada pelo jornal «The Independent», que cita um relatório sobre consumo de drogas realizado pela União Europeia e divulgado esta semana.

Para chegarem a esta conclusão, o ano passado, os técnicos recolheram e analisaram amostras da água de esgotos de 42 cidades europeias. A recolha foi efetuada durante uma semana.

Ainda de acordo com o mesmo documento, o pico de consumo da cocaína acontece às quintas-feiras. Mas Londres, além de ser a capital que «consome» mais cocaína, é também uma das que que mais utiliza ecstasy.

A água do esgoto londrina continha 711 mg de benzoilmetilecgonina, a principal substância química da cocaína, por cada 1000 pessoas, em comparação com 393 mg de Amesterdão ou 233 mg de Milão.

Outro dado revelado pelo relatório, mostra que a cocaína e o ecstasy são as drogas mais populares nas cidades europeias mais ocidentais e em algumas do sul. Já no lado mais oriental do continente, a preferência vai para as metanfetaminas.

Apesar de tudo o relatório tem dados animadores. O consumo de drogas na Europa tem vindo a diminuir em alguns países como, por exemplo, a Dinamarca ou o Reino Unido, que tiveram um pico de consumo em 2008.