O aeroporto de Donetsk, no leste da Ucrânia, voltou a fazer jus ao seu estatuto de alvo principal das forças em confronto naquele país.

Imagens obtidas pela agência de notícias Reuters (ver vídeo) mostram um intenso combate entre forças rebeldes e tropas governamentais, que começa com uma explosão de uma granada de artilharia, seguida de uma troca de fogo de armas automáticas. Mais tarde, um carro de combate e um veículo blindado juntam-se à refrega, disparando em apoio dos separatistas.

Não se sabe se este combate no aeroporto causou vítimas, mas uma coisa é certa: o cessar-fogo acordado em Minsk, na Bielorrússia, em fevereiro, é cada vez mais uma ficção.

A zona de Donetsk, em especial, tem sido palco de confrontos quase diários. Na quarta e na quinta-feira, por exemplo, morreram três civis e dois soldados fiéis ao governo de Kiev.

É por tudo isto que os observadores internacionais temem cada vez mais um recrudescimento do conflito, que estilhace de uma vez por todas o acordo de Minsk. Se isso acontecer, os Estados Unidos e a União Europeia já têm preparado um novo pacote de sanções contra a Rússia.