À sua maneira, o presidente norte-americano deixou escapar as suas intenções de se recandidatar em 2020, quando no seu gabinete comentou a hipótese, cada vez mais insistente, da apresentadora televisiva Oprah Winfrey concorrer à Casa Branca.

Eu vencerei Oprah!", foi a tirada de Donald Trump, acrescentando ainda: "Eu gosto da Oprah, mas não creio que ela concorra. Não creio que ela concorra".

Donald Trump faz ainda questão de lembrar que conhece bem a apresentadora televisiva, tendo participado num dos últimos episódios do "The Oprah Winfrey Show".

Estive num de seus últimos shows. Ela teve Donald Trump - antes da política - e teve Donald Trump e minha família. Foi muito bom", recordou Trump.

"Curiosa com a ideia"

A hipótese de uma candidatura presidencial de Oprah Winfrey em 2020 tem vindo a conquistar opiniões nos Estados Unidos, sobretudo após o discurso na cerimónia dos Globos de Ouro, onde recebeu o prémio "Carreira".

Curiosa com a ideia", é como é descrito o estado de espírito de Oprah pela sua amiga e pivô da cadeia televisiva CBS, Gayle King.

De acordo com a amiga, Oprah Winfrey estará levando a sério a ideia de uma candidatura presidencial em 2020, passando por uma nomeação nas primárias do partido democrático.

Reeleição de Trump

A hipótese Oprah Winfrey marcou a tarde desta terça-feira na Casa Branca, com a imprensa a questionar insistentemente a porta-voz do presidente.

Não vou focar-me na campanha de ninguém a não ser na reeleição do presidente Trump", afirmou a porta-voz Sarah Sanders.

Questionada sobre se achava a potencial candidata qualificada para o cargo, Sarah Sanders deixou escapar que "discorda muito das sua políticas", sendo que Oprah não tem propriamente carreira política.

Se ela tem sucesso individual? Absolutamente. Mas no que toca a muitas posições que defende, encontro uma série de problemas a esse nível", acrescentou a assessora de Trump.