O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que a duas Coreias têm "a sua bênção” para alcançar a paz e pôr fim à guerra que enfrentaram entre 1950 e 1953, que terminou com um armistício.

O armistício acabou por nunca ser substituído por um tratado de paz definitivo.

Trump prestou declarações antes de se encontrar com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na Florida, e pouco antes da reunião de 27 de abril entre o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

“A Coreia do Sul tem planos para reunir-se com a Coreia do Norte para ver se podem acabar com a guerra e têm a minha bênção sobre isso”, disse Trump.

Donald Trump disse ainda que cinco lugares estão a ser equacionados para o encontro histórico entre o Presidente norte-americano e o líder norte-coreano, que deverá ocorrer “no início de junho ou antes”.