O presidente norte-americano, Donald Trump, instou esta semana líderes evangélicos a garantirem a votação nas eleições intercalares de novembro próximo, alertando para “violência” dos adversários se os republicanos perderem o controlo do Congresso.

Esta informação foi veiculada por convidados de um jantar realizado na segunda-feira na Casa Branca, no qual estiveram presentes dezenas de pastores, padres e apoiantes cristãos de Trump, e a gravação áudio foi depois obtida pela imprensa, incluindo pelo New York Times.

Trump falou sobre os esforços da sua Administração para promover as causas cristãs conservadoras e advertiu de que tais esforços poderão ser rapidamente desfeitos.

“Vocês estão a uma eleição de perderem tudo o que têm”, disse aos participantes no jantar.

Se os democratas vencerem, “reverterão tudo o que fizemos e fá-lo-ão rápida e violentamente”, prosseguiu, referindo especificamente grupos antifascistas, ou ‘antifa’, como costuma chamar-lhes.