Alguns dos principais financiadores do Partido Republicano instaram na quinta-feira o respetivo comité nacional a deixar de apoiar o candidato Donald Trump à Presidência norte-americana, após acusação de agressões sexuais a mulheres, noticiou o New York Times.

O jornal cita doadores que deram milhões de dólares aos republicanos e que consideram agora que o mais recente escândalo está a ameaçar o partido, defendendo que o mesmo deve desistir do apoio a Donald Trump.

"Chega a um ponto em que tens de olhar para o espelho e reconhecer que não podes simplesmente justificar o apoio a Trump aos teus filhos, especialmente às tuas filhas”, disse o empresário do Missouri David Humphreys ao The New York Times.