A polícia da Carolina do Norte (sudeste) procura determinar se Donald Trump, candidato favorito às primárias republicanas para as eleições presidenciais norte-americanas de novembro, incitou à violência ocorrida durante um comício. 

O caso que está na origem da investigação aconteceu na última quarta-feira, dia 9 de março, durante um comício em Fayetteville. Neste dia, um homem branco, de 78 anos, identificado como John McGraw, agrediu um manifestante negro, Rakeem Jones, de 26. 

John McGraw foi detido na quinta-feira, acusado de agressão e perturbação da ordem pública. Rakeem Jonesa cabou por ser escoltado por agentes de segurança.

“Continuamos a analisar todas as circunstâncias, incluindo qualquer tipo de acusação adicional contra John McGraw e a possibilidade de a atitude de Trump ou da [sua] campanha ter atingido um nível que promove o motim, e as ações ou inações dos nossos agentes”, indicou, esta segunda-feira, o gabinete do xerife do condado de Cumberland.