Melania Trump diz que o marido foi “instigado” pelo apresentador a dizer “coisas sujas e más” referindo-se ao vídeo polémico de 2005, onde o marido faz comentários sexistas em relação às mulheres.

Disse ao meu marido que a linguagem não era apropriada, que era inaceitável”, afirmou numa entrevista à CNN esta segunda-feira. “Fiquei surpreendida porque não é o homem que conheço.”

A mulher do magnata diz ainda que nunca tinha ouvido o marido usar aquele tipo de linguagem.

Esta é a primeira vez que Melania defende o candidato republicano à Casa Branca após ter sido divulgado o vídeo. Desde então, Trump tem enfrentado acusações das mais diversas frentes, nomeadamente de mulheres que dizem já ter sido abusadas pelo republicano.

Obama e Robert de Niro foram algumas das reações mais polémicas. Dentro do próprio partido, dezenas de republicanos retiraram o apoio ao candidato.

A própria mulher de Trump já tinha reagido à gravação, mas para dizer que as palavras eram “inaceitáveis” e “ofensivas” e pedir desculpas em nome do marido.

Na gravação, o candidato à Casa Branca vangloria-se de fazer o que quer com mulheres bonitas só porque "é uma estrela". Trump fala de algumas tentativas de sedução a mulheres e descreve as propostas que lhes fazia.

O candidato republicano à Casa Branca refere-se, em concreto, a uma atriz, contanto que, apesar de ser casada, a tentou seduzir.