O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, chegou hoje a Singapura, dois dias antes do encontro com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após três meses de preparativos marcados por avanços e recuos.

De acordo com a imprensa local, Kim Jong-un aterrou hoje no aeroporto de Changi, Singapura, pouco depois das 15:00 locais (08:00 de Lisboa). 

Por sua vez, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a Singapura, a bordo do Air Force One, às 20:30, hora local (13:30 em Lisboa).

O aeroporto, tal como toda a cidade de Singapura, está rodeado de medidas de segurança.

A organização do encontro entre Trump e Kim Jong-un foi uma corrida contra o tempo - com uma frenética atividade diplomática em Washington, Singapura, Pyongyang e na fronteira entre as duas Coreias -, em que houve anúncios, ameaças, cancelamentos e retratações surpreendentes.

Kim Jong-un reúne-se com primeiro-ministro de Singapura

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, reuniu-se hoje com o primeiro-ministro de Singapura, Lee Hsien Loong, horas depois da chegada àquele Estado, onde se vai reunir na terça-feira com o Presidente norte-americano, Donald Trump.

O encontro decorreu no escritório do primeiro-ministro de Singapura, local onde os dois responsáveis foram vistos a conversar amigavelmente.

Sorridente, Kim Jong-un disse a Lee Hsien Loong: “O mundo inteiro está a assistir a esta reunião histórica entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos da América e, graças ao seu sincero empenho […], fomos capazes de concretizar e preparar o encontro”.

Antes de receber o líder norte-coreano, Lee Hsien Loong indicou em conferência de imprensa que Singapura espera que o encontro “leve à segurança e à estabilidade da região”.