Um jovem de 19 anos foi acusado de tentar matar o candidato republicano às eleições norte-americanas Donald Trump.

De acordo com os documentos judiciais, o suspeito foi detido no último sábado depois de, num comício em Las Vegas, ter tentado tirar numa arma a um polícia para atingir o potencial candidato à Casa Branca.

O jovem, que se acredita ser britânico, terá se aproximado do oficial da polícia no Casino Treasure Island para dizer que queria um autógrafo do candidato.

No tribunal, Michael Steven Sandford confessou que já tinha planeado matar Trump no ano passado, mas só agora se sentiu confiante para o fazer. O jovem é esperado no tribunal do Nevada em breve, conforme avança a BBC.

O incidente é conhecido no dia em que se soube que Donald Trump despediu o diretor de campanha Corey Lewandowski.

A Campanha Donald J. Trump para Presidente, que estabeleceu um recorde na primária republicana, ao receber quase 14 milhões de votos, anunciou hoje que Corey Lewandowski não trabalhará mais com a campanha”, disse a porta-voz do magnata, Hope Hicks, ao jornal The New York Times.

Corey, de 43 anos, esteve envolvido em várias polémicas numa campanha, só por si, controversa. O diretor de campanha foi acusado de agredir uma jornalista durante um comício eleitoral em março.

Lewandowski esteve à frente da campanha de Trump desde o início, mas, recentemente, tinha sido afastado a favor de políticos mais experientes, com a aproximação das eleições presidenciais em 8 de novembro.