Bob Woodward, um dos jornalistas norte-americanos que revelaram o escândalo Watergate, que forçou Presidente Richard Nixon a demitir-se em 1974, vai lançar um livro com “revelações” sobre Donald Trump.

Medo: Trump está na Casa Branca” é o título da última obra de Bob Woodward, que vai ser apresentada nos Estados Unidos no próximo dia 11 de setembro.

“O livro revela detalhes sem precedentes sobre a vida dolorosa na Casa Branca, com Donald Trump, e a forma como o Presidente toma decisões sobre assuntos de grande importância no quadro da política nacional e internacional”, disse à France Presse a editora “Simon & Schuster” que vai publicar a investigação de Woodward.

A presidência de Donald Trump, com menos de dois anos, está marcada por “decisões polémicas, escândalos pessoais”, e, sobretudo pelas questões relacionadas com a alegada ingerência da Rússia na campanha eleitoral que lhe garantiu a vitória nas eleições para a Casa Branca.

Bob Woodward e Carl Bernstein, jornalistas do jornal Washington Post, publicaram em 1972 uma série de notícias que revelaram, entre outros, atos de espionagem ao Partido Democrata promovidos pelo então Presidente Richard Nixon, tendo este acabado por se demitir em agosto de 1974.

Bob Woodward, 75 anos, continua a integrar a redação do jornal Washington Post e é autor de várias investigações sobre os últimos presidentes norte-americanos, entre as quais se destaca o livro sobre a invasão do Iraque, em 2003, defendida por George W. Bush com base em informações, nunca provadas, de que o regime de Bagdad tinha armas de destruição.