O magnata Donald Trump não descartou, esta quinta-feira, a possibilidade de se apresentar como independente caso não seja escolhido como candidato do Partido Republicano às presidenciais norte-americanas de 2016.

“Se for nomeado [no Partido Republicano] não me vou apresentar como independente”, respondeu, Trump, à pergunta dos moderadores do primeiro debate sobre se os dez aspirantes a candidatos presentes descartavam uma candidatura independente.


O primeiro debate entre os dez aspirantes melhor situados para ser o candidato republicano nas eleições presidenciais de 2016 começou, esta quinta-feira, em Cleveland (Ohio), num clima de grande aparato mediático.
 

Candidatos republicanos prometem pôr fim ao acordo nuclear com Irão


Os 17 aspirantes a candidatos republicanos à presidência dos EUA opuseram-se, esta quinta-feira, em bloco, ao acordo nuclear com o Irão nos dois primeiros debates e prometeram pôr termo ao pacto se chegarem à Casa Branca.

Tanto no debate principal, com os dez aspirantes a candidatos melhor posicionados nas sondagens, como no outro, com os restantes sete, o acordo nuclear foi um tópico ‘arrumado’ sem grande celeuma, já que todos manifestaram a sua oposição.

“O Irão não é um lugar em que deveríamos negociar. No meu primeiro dia na Casa Branca colocaria um ponto final ao acordo nuclear. Pediria ao Congresso mais sanções e convenceria os nossos aliados a fazer o mesmo”, disse Scott Walter, governador do Wisconsin, em terceiro lugar nas sondagens.