Um escritório do Partido Republicano, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos sofreu um ataque à bomba. De acordo com o jornal The Charlotte Observer, o incidente ocorreu na madrugada de 16 de outubro, no condado de Orange, em Hillsborough, quando um material inflamável foi atirado por uma janela do escritório.

Apesar dos muitos danos causados, e considerando a hora a que tudo aconteceu, não houve feridos a registar. Na parte de fora, numa parede, foi deixada a seguinte a mensagem: Republicanos nazistas, deixem a cidade ou vão ver”.

Segundo avança a CNN, a polícia está a investigar o caso como um ato de vandalismo. O inquérito aberto também tem o apoio do FBI.

Para o diretor-executivo do Partido Republicano na Carolina do Norte, Dallas Woodhouse, o ataque é “terrorismo político”.

“O escritório teve perda total. A única coisa que importa é que ninguém morreu, e isso poderia ter ocorrido facilmente”, disse Woodhouse ao jornal Charlotte Observer”.

Já para Donald Trump, que comentou o sucedido, a culpa é dos oponentes democratas.

“Animas em representação a Hillary Clinton e democratas na Carolina do Norte acabaram de incendiar o nosso escritório no condado de Orange porque estamos a ganhar”, escreveu Trump nas redes sociais.

Também Hillary abordou o incidente e afirmou que considera o ataque “horrível e inaceitável”, acrescentando que está “muito contente por todos estarem a salvo”.