O Ministério da Saúde brasileiro confirmou que um homem foi internado numa unidade hospitalar da cidade de Cascavel, no estado do Paraná, por suspeita de ter contraído o vírus Ébola, informou a imprensa brasileira esta sexta-feira. 

De acordo com o sítio eletrónico de notícias G1, o ministério da Saúde, num comunicado de quinta-feira à noite, referiu que o homem de 47 anos chegou ao Brasil vindo de Guiné-Conacri, um dos países mais afetados pela epidemia.

O homem, que está isolado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) II, em Cascavel, estava subfebril e sem hemorragia ou outros sintomas da doença.

Já em Espanha, o país onde se deu o primeiro caso de contágio na Europa, o número de pessoas isoladas em observação em dois andares do Hospital Carlos III, em Madrid, aumentou para 14, segundo informação fornecida esta sexta-feira à Lusa por fonte hospitalar. 

Por sua vez, a auxiliar de enfermagem espanhola que foi infetada pelo ébola parecia estar a melhorar, mas o estado de saúde da mulher agravou-se nas últimas horas.