O americano Bill Gates vai doar cerca de 400 milhões de euros para ajudar a combater várias epidemias nos países em desenvolvimento, com especial destaque para a malária, segundo um comunicado divulgado esta segunda-feira.


O ex-presidente da Microsoft anunciou a sua decisão durante a 63.ª Reunião Anual da Sociedade Americana de Medicina Tropical e Higiene, que está a decorrer em Nova Orleães.


A Fundação Gates irá gastar ainda este ano mais de 399 milhões de euros (500 milhões de dólares) «para reduzir o fardo da malária, pneumonia, diarreia e uma série de infeções parasitárias, que são as principais causas de morte e invalidez nos países em desenvolvimento».