Uma menina de oito anos divorciou-se do marido de 14.

Fatima Mangre tornou-se assim na pessoa mais nova alguma vez a divorciar-se na Índia, depois de ter casado com apenas quatro anos.

O casamento foi «arranjado» pelo pai, Anil Mangre. Fatima casou com Arjun Bakridi, que tinha dez anos na altura. Mas, agora que o marido veio buscar a esposa, Anil apercebeu-se de que a filha é apenas uma criança, que esta prática é incorreta e pediu à família do marido que esperasse até a rapariga ter 18 anos.

O pai de Arjun não concordou com os argumentos, pelo que o progenitor de Fatima avançou com o divórcio.

Este caso ocorrido em Nakhi, no distrito de Shravasti, na semana passada, já chegou à capital. As autoridades de Nova Deli abriram um processo de inquérito no qual os pais das duas crianças vão ter que responder pelo casamento e pelo divórcio, como relata o «Daily Mail».

Numa carta enviada aos serviços competentes, Anil Mangre, apresentou a sua defesa, alegando que travou o casamento e protegeu a filha, pelo que deve ser perdoado.

O homem desculpou-se com a pressão social que o levou a casar a filha tão nova e passou a esconder-se da população depois do escândalo rebentar. Segundo a UNICEF, mais de 30 por cento das raparigas casa antes dos 18 anos, a idade mínima permitida.