O segredo para tomar boas decisões é este: fingir que o problema não é seu e que está a aconselhar alguém. Esta é a a conclusão de um estudo publicado no jornal «Psychological Science».

A investigação, que envolveu pessoas com idades compreendidas entre os 20 e 40 anos e os 60 e 80 anos, tinha como principal objetivo encontrar a resposta para o que é conhecido como «Paradoxo de Salomão». O rei Salomão, nomeado no antigo testamento, era um homem famoso pela grande sabedoria, mas que não conseguia tomar boas decisões quanto à própria vida.

Os investigadores da Universidade de Michigan e da Universidade de Waterloo pediram aos inquiridos, de 20 e 40 anos, para imaginarem que um amigo ou que eles próprios, tinham sido traídos e descobriram que as pessoas que se distanciavam do problema faziam melhores escolhas. Na parte final da experiência, fizeram o mesmo com pessoas entre os 60 e 80 anos de idade e verificaram que o resultado era o mesmo em ambas as faixas etárias.

«As pessoas são mais sábias quando o problema envolve outras pessoas. Além disso, os resultados demonstram que tendo em conta o envelhecimento, o auto distanciamento reduz a assimetria no sábio raciocínio, contrariamente ao que afirmavam antigas pesquisas», refere o estudo.