O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, apelou hoje à resolução do conflito da Síria através das vias diplomáticas e pediu tempo para que os inspetores da ONU que investigam o uso de armas químicas em Damasco terminem a missão.

«Dêmos uma oportunidade à paz, dêmos uma oportunidade à diplomacia», disse Ban Ki-moon em Haia, onde vai acompanhar as celebrações do primeiro centenário do Palácio da Paz, sede do Tribunal Internacional de Justiça (CIJ), considerado como o mais alto órgão judicial das Nações Unidas.

Ban Ki-moon sublinhou que a equipa da ONU que investiga o suposto ataque químico da semana passada nos arredores de Damasco precisa de tempo «para executar o trabalho».