O departamento de Defesa norte-americano anunciou, esta quarta-feira, que o grupo extremista Estado Islâmico perdeu até agora centenas de milhões de dólares nos bombardeamentos da coligação internacional às suas reservas de dinheiro vivo na Síria e no Iraque.

De acordo com um porta-voz do Pentágono citado pela AFP, os aparelhos da coligação atingiram no fim de semana passado dez edifícios onde eram mantidas as reservas de dinheiro do grupo jihadista.

“Não temos números exatos, mas pensamos que serão da ordem das centenas de milhões de dólares”, disse, a partir de Bagdad, o coronel Steven Warren, porta-voz da campanha aérea da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos contra os jihadistas do Estado Islâmico, referindo-se ao montante em dinheiro perdido pelo grupo extremista nos bombardeamentos efetuados.