James Robertson

O homem não se sentia seguro na localidade onde vivia e tinha receio que o Ford Taurus, recebido há cerca de duas semanas, fosse vandalizado ou roubado. Robertson guardava o carro num parque de estacionamento da polícia, mas mesmo assim não se sentia seguro. 

«Eu queria acabar com isto. Há tantos fatores envolvidos.», afirma James Robertson.

«Tivemos uma reunião com ele e ele disse que não se sentia seguro», notificou o chefe da polícia de Detroit, Aric Tosqui.

Robertson foi ajudado pelas autoridades a encontrar um alojamento temporário. Está agora à espera de receber os 350 mil dólares (cerca de 307 mil euros) angariados por um estudante, para se poder encontrar com consultores financeiros e encontrar um lugar seguro para viver.

A decisão de deixar a vizinhança poderá também ter sido influenciada por um caso que aconteceu em dezembro do ano passado. Um homem aposentado, de 86 anos, foi ameaçado de morte e esteve desaparecido durante três dias depois de ganhar a lotaria de 20 mil dólares (18 mil euros).