A polícia de São Paulo prendeu no sábado um cidadão da Bósnia-Herzegovina procurado por crimes de guerra cometidos no início do conflito (1992-1995) no país, anunciaram as autoridades brasileiras.

O indivíduo, identificado como Nikola Ceranic, foi preso na localidade de Indaiatuba, perto da cidade de Campinas, a 100 quilómetros de São Paulo, informou o Ministério Público em comunicado.

O homem era procurado pela justiça da Bósnia-Herzegovina por “crimes de guerra contra os civis durante o conflito em 1992”, segundo o comunicado.