Cinco homens iranianos, paquistaneses e afegão foram presos e acusados pelas autoridades australianas de ajudarem 132 pessoas ilegais que procuravam asilo na Austrália, revelou hoje a polícia.

Os homens ¿ um iraniano, um paquistanês e três afegãos ¿ foram detidos numa operação em todo o país depois de 12 meses de trabalho e com sete acusações relativas a 132 viagens ilegais.

A polícia centra em quatro dos cinco detido a liderança da rede de tráfico de pessoas e refere que os próprios chegaram à Austrália entre maio de 2012 e julho de 2013 em embarcações clandestinas.