«Fiquei consternado porque é amigo, independentemente do que lhe venha a acontecer. Só posso mandar uma mensagem de abraço», afirmou Xanana Gusmão, quando questionado pelos jornalistas no final de um encontro com o ministro da Defesa português, José Pedro Aguiar-Branco.


ex-primeiro-ministro ficou segunda-feira em prisão preventiva



«Como sabe eu julgo que este não é o momento, nem a circunstância aqui em Timor para me pronunciar sobre esta matéria», afirmou o ministro, em declarações aos jornalistas no hotel, após um encontro com o primeiro-ministro timorense.