"O vizinho denunciou o plano a polícia, que iniciou investigações montando um falso comprador até que o homem foi detido no interior de um cemitério na região de Inchope, local combinado para fechar o negócio", explicou Esperança Calisto.


O PaísAntónio Miquitaio. A mesma fonte escreve ainda que o comprador seria um curandeiro.