A polícia paquistanesa anunciou esta quinta-feira a detenção de uma mulher que alegadamente queimou o namorado com ácido por ele se ter recusado a casar com ela.

Momil Mai, casada e mãe de quatro filhos, mantinha há vários anos uma relação amorosa com Saddaqat Ali, de 25 anos, também casado, disse a polícia da cidade de Multan, na província do Punjab, cita pela AFP.

Mai queria ser a segunda mulher de Ali, acrescentou. A poligamia é legal, mas rara entre os muçulmanos conservadores paquistaneses.