Um individuo de 38 anos foi, esta quinta-feira, detido em Caracas. A polícia venezuelana interveio quando suspeitou que o homem estava a tentar colocar um explosivo na estação de metro.

O detido, Agustin Bruno Espeta, entrou na estação do metro de Propátria com uma mochila, da qual se tentou desfazer quando se apercebeu da presença de vários polícias.

Segundo o comissário José Gregório Sierralta, a detenção ocorreu por volta das 15:00 e foi feita por uma corporação da Comissão de Terrorismo do Corpo de Investigação Científica, Penal e Criminalística.