Segundo a polícia local, as testemunhas garantem que a chuva forte e o piso escorregadio foram os motivos que levaram o condutor da camioneta, que transportava caroços de algodão de Cuiabá para a cidade de Guarantã do Norte, a perder o controlo do veículo e invadir a faixa contrária, acabando por bater de frente com o autocarro.

 «Não tem berma, a estrada é muito lisa. Quando o motorista tentou desviar-se dos buracos foi para a faixa contrária acabando por bater», explica um dos polícias, Sandro Renzetti, que ocorreu ao local conhecido por este tipo de colisões.  

 «Os passageiros tiveram de partir janelas para conseguir sair do autocarro antes das chamas tomarem conta do veículo. Tivemos relatos também de que um dos passageiros não conseguiu tirar o cinto de segurança e acabou por morrer carbonizado», relata Sandro Renzetti.