As autoridades do Nepal elevaram hoje para 101 o número de mortos em deslizamentos de terras e inundações, após o resgate de mais quatro corpos, numa altura em que aumentam receios face a um eventual surto de cólera.

As chuvas torrenciais da passada semana desencadearam múltiplos deslizamentos de terras e inundações que devastaram aldeias inteiras, deixaram casas isoladas e destruíram estradas por todo o oeste do país, que faz fronteira com a Índia.

Depois de o tempo ter melhorado no domingo, depois de três dias consecutivos de chuva intensa, o governo destacou mais de 3.400 funcionários e quatro helicópteros para resgatar as pessoas que ficaram encurraladas e entregar suprimentos de emergência, disse o chefe do Centro Nacional de Operações de Emergência do Nepal, Jhankanath Dhakal.