Parece um filme, mas aconteceu na realidade. Chamaram-lhe mesmo «Hannibal» am alusão ao filme protagonizado por Anthony Hopkins», mas aqui a ficção saiu da tela. Literalmente.

Arthur Shawcross, o americano que morreu na prisão aos 63 anos após ter sido condenado a 250 atrás das grades, vendeu os seus desenhos no eBay, o site de leilões na Internet desde a década de 90. Um esboço da Princesa Diana de Inglaterra alcançou mesmo os 360 euros.

O passatempo que encontrou na cadeia e que lhe permitia fazer desenhos quase pueris com borboletas e fontes de água indignaram as famílias das vítimas.

É que apesar de Arthur Shawcross ter ganho a alcunha do Rembrandt enjaulado, era um «serial killer», ou seja, um assassino em série, acusado de matar 13 pessoas e de inclusive se ter gabado de ter comido os órgãos de algumas mulheres, como recorda o «Daily News».

Reincidente, da primeira vez foi solto ao fim de 15 anos, em liberdade condicional, após ter morto duas crianças de oito e dez anos.

Alegou sempre insanidade.