O desaparecimento trágico e misterioso do voo MH370está a intrigar o mundo. Perante a falta de explicações para o desaparecimento do avião, emergem as mais variadas teorias sobre o assunto. Cada uma menos plausível que a outra. A revista «Time» reuniu as cinco mais incríveis.

Telefones ainda chamam: podem estar a ser usados por fantasmas

Familiares e amigos de alguns dos passageiros garantem ter tentado ligar para os telemóveis dos seus entes queridos e obtêm sinal de chamada. A própria companhia aérea terá tentado contactar a tripulação por telemóvel e obteve sinal de chamada, que se desliga sem ninguém atender. Muitos dos passageiros terão sido vistos online numa rede social chinesa chamada QQ. Mais de 100 familiares e passageiros desaparecidos assinaram uma petição a pedir ao Governo malaio que investigue essa situação com toda a brevidade.

Enquanto isso não acontece, começam as teorias sobre o assunto: há quem adiante que o avião pode ter sido sequestrado e ainda estão todos vivos em algum lugar, mas há também quem adiante uma explicação do outro mundo e considere que os telemóveis podem muito bem estar a ser usados por fantasmas.

Avião «sugado» por portal que conduz a outra dimensão

O facto de não haver sinal dos destroços de o avião faz muitos internautas adiantarem a hipótese da intervenção de extraterrestres, que podem ter sequestrado o avião. «Se não encontramos os destroços do avião, significa que alguma força totalmente nova, misteriosa e poderosa está a trabalhar no nosso planeta, que é capaz de arrancar aviões do céu sem deixar qualquer fragmento de evidência», adiantou um blogger.

Estava escrito no destino... e nos números

Os mais fatalistas acreditam no destino e adiantam que o desaparecimento do avião estava escrito no próprio tecido do Universo. A Reddit, uma rede social muito semelhante ao Twitter, está repleto de teorias baseadas em coincidências fatalistas e também numéricas.

«O voo 370 desaparece no mês 3 e no dia 7, enquanto supostamente viajava a 3700 km/h. Na última vez que foi detetado pelos radares, viajava a uma altitude de 37 mil pés. Luigi Maraldi, uma das pessoas a quem roubaram um dos passaportes supostamente usados no voo, tem 37 anos. A Malaysia Airlines é uma das maiores companhias aéreas da Ásia e transporta 37 mil passageiros por dia. Estamos a começar o 37º mês após a tragédia de Fukushima, que fica localizado no grau 37 e fez, inicialmente, 37 feridos», notou um utilizador da Reddit, citado pela «Time».

Uma mãozinha de Kim Jong-un

Também na Reddit, há quem considere que o avião foi sequestrado pela Coreia do Norte e levado para Pyongyang. O avião teria combustível suficiente para viajar para a Coreia do Norte, onde permaneceria ao alcance das antenas de telemóveis.

Não seria aliás novidade, já que, a 15 de abril de 1969, a ditadura norte-coreana mandou abater um avião espião norte-americano, que sobrevoava o Mar do Japão. Todos os 31 norte-americanos que estavam a bordo morreram.

Nixon estava à frente dos destinos dos Estados Unidos na altura. Escolheu não retaliar Pyongyang, mas mostrou que não se deixou intimidar e procedeu a uma demonstração de força com exercícios navais de monta no Mar do Japão.

Um trabalhinho dos Illuminati.

Há ainda quem aponte o dedo aos Illuminati, capazes de controlar a rede de energia dos vórtices à superfície da Terra, que podem «sugar» o avião.

Apesar de todas estas teorias e, apesar de não ter havido qualquer pedido de socorro, não é também descartada a possibilidade de o avião ter explodido no ar e se tenha desintegrado ainda a uma grande altitude. Isso pode significar que os destroços do avião se tenham espalhado de tal forma, que dificilmente serão encontrados.