Uma mulher que estava dada como desaparecida há dez anos na Califórnia apareceu, dizendo que tinha sido forçada a casar com o seu raptor, de quem teve um filho. A polícia deteve um homem, Isidro Garcia, de 41 anos, suspeito de sequestro e violação de menor.

Segundo a informação dada pela polícia, o caso remonta a agosto de 2004, quando a mãe da vítima, de nacionalidade mexicana, reportou o desaparecimento da sua filha, então com 15 anos. Relatou que o seu namorado na altura, Isidro Garcia, a drogou e levou a sua filha.

Garcia terá mantido a jovem cativa, sob ameaças, mudando ocasionalmente de morada para evitar ser descoberto. Terá ameaçado que a família seria deportada se ela fugisse, e ter-lhe-á dito também que tinham desistido de a procurar.

«Mesmo tendo oportunidade de escapar, depois de anos de abuso físico e mental, a vítima não via saída para a sua situação», defende a polícia. Anthony Bertagna, da polícia de Santa Ana, usa a expressão «lavagem ao cérebro» para explicar a situação.

Ao fim deste tempo, a vítima conseguiu contactar a sua irmã através do Facebook e ficou a saber que continuavam à sua procura. Acabou por contactar então as autoridades.