Xanana Gusmão demitiu-se esta quinta-feira do cargo de primeiro-ministro de Timor-Leste, numa carta endereçada ao Presidente da República, Taur Matan Ruak, a que a agência Lusa teve acesso.

«Venho apresentar a vossa excelência o meu pedido de demissão, assegurando-lhe que irei continuar a estar disponível para servir os melhores interesses do Estado e da Nação e pela intransigente defesa e consolidação da independência e soberania nacional, contribuindo na promoção da unidade nacional e sentido de responsabilidade por parte dos cidadãos», escreveu Xanana Gusmão.

No arranque da primeira reunião trimestral dos Parceiros de Desenvolvimento para 2015, esta quinta-feira, Xanana Gusmão disse que a reestruturação em curso do Governo no país permitia fazer a transição para «os líderes de amanhã».

«Podemos agora transitar para os líderes de amanhã. Por isso estamos a levar a cabo uma reestruturação do Governo de Timor-Leste. Esta reestruturação resultará num Governo mais eficiente e numa melhoria das nossas capacidades.»