As relações entre Portugal e Angola, no domínio da defesa, são «as melhores possíveis», defendeu em Luanda o diretor nacional das Relações Exteriores do Ministério da Defesa angolano.

O general Egídio de Sousa Santos, que discursava na cerimónia de acreditação do novo adido de Defesa da embaixada de Portugal em Luanda, comandante João Passos Ramos, disse ainda que Portugal é um parceiro estratégico das Forças Armadas Angolanas e do Ministério da Defesa, salientando que entre ambos já existe um currículo bastante vasto.

«Gostaria de dizer-vos que ainda há três dias fizemos a 15ª reunião bilateral no domínio da Defesa, onde reajustamos todo o processo de cooperação que temos e tem sido um apanágio da correspondência, da cooperatividade entre as duas forças armadas e ministérios da Defesa. Não é demais salientar que esta cooperação assenta-se também em laços históricos», frisou o oficial angolano.

Por sua vez, o adido de Defesa da embaixada de Portugal em Luanda, Angola, garantiu que vai fazer tudo, de acordo com as orientações do seu país, para reforçar as relações bilaterais no domínio da Defesa.

o comandante João Passos Ramos sublinhou também o seu empenho para o «estreitamento dos laços de cooperação técnico-militar, de acordo com o programa existente, incluindo o novo programa-quadro para os próximos três anos e para o estreitamento dos laços de amizade entre os dois povos».

No mesmo ato, foi igualmente acreditado o adido de Defesa da embaixada da Zâmbia.