Uma polémica fotografia do dirigente do SPD pode comprometer a candidatura do principal opositor de Angela Merkel às eleições legislativas na Alemanha.

A foto, publicada na capa de uma revista alemã, mostra Peer Steinbruck a fazer um gesto obsceno .

Os partidos da coligação de Merkel aproveitam o facto e dizem que o gesto não é digno de um primeiro-ministro.

Steinbruck, por seu lado, alimenta a polémica. Aos criticos responde que «falar claro nem sempre exige palavras».