Foi descoberto, pelas forças curdas, um túnel de de 400 metros de comprimento, escavado por militantes do Estado Islâmico, perto da fronteira turca com a Síria.

Já meio concluído, o túnel foi descoberto depois de os curdos terem dominado a cidade de fronteira de Tal Abyad, na semana passada, anunciou o porta-voz da milícia, Redur Khalil, segundo a AP. 

Ainda falta perceber se o intuito dos jihadistas foi escavar o túnel, com o intuito de o levar para a Turquia ou não só, uma vez que se encontra dividido em duas direções diferentes a partir de certo ponto. 

Estes túneis são utilizados não só como ponto de fuga eficaz, mas também são uma forma que os radicais têm de recrutar militantes, na Síria e no Iraque.  

Milhares de sírios fugiram dos combates e atravessaram a fronteira para a Turquia, mas entretanto, com a reabertura da fronteira em Sanliurfa, centenas começaram a regressar. 

Hoje mesmo, o Estado Islâmico armadilhou com minas e bombas a cidade histórica de Palmira, que também fica na Síria, e que foi conquistada em maio pelos jihadistas.