O papa Francisco, que está de visita a Cuba, encontrou-se hoje com o ex-presidente cubano Fidel Castro, falaram sobre vários temas do mundo atual e trocaram alguns presentes de cortesia, anunciou o Vaticano.

O papa foi recebido em casa de Fidel Castro, em Havana, num "ambiente muito familiar e informal", tendo o encontro durado cerca de quarenta minutos na presença de vários familiares do líder histórico de Cuba, afirmou o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.

No encontro, Francisco e Fidel Castro falaram sobre vários temas da atualidade, em particular sobre o meio ambiente, e houve troca de ofertas literárias.

Pouco tempo após chegar chegar, o papa Francisco instou Cuba e os Estados Unidos da América “a avançar” na normalização das relações bilaterais e a “desenvolver todas as suas potencialidades”, durante o seu discurso à chegada à capital cubana, Havana.

À espera do Sumo Pontífice, para a missa em plena Praça da República, estava Raul Castro e centenas de milhares de pessoas. Alguns vieram às três da manhã para guardar lugar nesta cerimónia.