George Clooney saiu em defesa de Merly Streep e questionou o presidente eleito dos Estados Unidos " se ele não devia estar a governar o país?". Recorde-se que na cerimónia dos Globos de Ouro, domingo passado, em Los Angeles, a atriz Merly Streep fez um discurso emocionado, mas com várias críticas, indiretas, a Donald Trump. Este não perdeu tempo e usou a conta oficial do Twitter para responder e atacar a atriz.  

Um dia depois dos Globos de Ouro e da resposta de Donald Trump, George Clooney aproveitou o evento de lançamento do documentário "The White Helmets- Os Capacetes Brancos - na Netflix, para responder ao novo presidente dos Estados Unidos. Clooney trabalhou de perto com Merly Streep e saiu em sua defesa:

Não era suposto ele estar a governar o país? Eu não votei nele, eu não o apoio, eu não acho que ele seja a escolha certa." afirmou o actor quando questionado sobre o discurso de Merly Streep.

 

Neste momento, nas nossas vidas, temos de ter esperança de que ele não vai destruir tudo. Temos de esperar que ele faça um bom trabalho, porque se os Estados Unidos caírem, coisas terríveis vão acontecer, só nos resta ter esperança." acrescentou. 

Sem esquecer o motivo que o colocou frente aos jornalistas, o actor não deixou de salientar a excelência do novo projeto "The White Helmets" e a situação na Síria. Para George Clooney, os grandes homens não são apenas os que enfrentam a guerra mas também quem a dá a conhecer: os realizadores "são corajosos, são eles que fazem todo o trabalho e são eles os heróis".