A Presidente da Argentina, Cristina Kirchner, vai continuar no hospital, devido a uma infeção intestinal, forçando-a a cancelar um encontro com a sua homóloga chilena, Michelle Bachelet, informou, esta segunda-feira, o seu gabinete em comunicado.

A chefe de Estado argentina, de 61 anos, que deu entrada no domingo na clínica Otamendi, em Buenos Aires, com um quadro febril, sofre de uma inflação no cólon, indicaram os médicos.

Kirchner encontra-se «estável, continua no hospital sob tratamento com antibióticos intravenosos, e está sob observação», acrescentaram.