A Presidente da Argentina, que deu entrada no domingo numa clínica de Buenos Aires devido a uma infeção intestinal, deverá cumprir um repouso de pelo menos dez dias após receber alta hospitalar, indicaram os médicos, esta noite, em comunicado.

«Depois de sair do hospital (…), a Presidente deverá cumprir um repouso de pelo menos dez dias sob observação médica, estando proibida qualquer deslocação», indicou em comunicado a unidade médica presidencial, no qual não é referida a data em que Cristina Kirchner sairá da clínica Otamendi.

O quadro clínico de Kirchner é «estável», segundo a mesma nota oficial, em que se refere que a Presidente argentina continua a receber tratamento com antibióticos intravenosos.