A Casa Branca e chanceler alemã classificam a entrada dos camiões russos em território ucraniano um «invasão ilegal» e ameaçam a Rússia com mais sanções económicas caso os veículos não saiam da Ucrânia.

Bem Rhodes, deputado conselheiro da Casa Branca para a segurança nacional, disse esta sexta-feira que os Estados Unidos (EUA) repudiam a atitude russa em invadir a Ucrânia com camiões de ajuda humanitária não inspecionados e que irão discutir a questão com o Conselho de Segurança da ONU.

O responsável disse ainda, citado pela Reuters, que caso Vladimir Putin não ordene a retirada dos camiões o país irá sofrer mais sanções económicas.

Também a chanceler alemã disse, esta sexta-feira por telefone, ao presidente russo, Vladimir Putin, e ao homólogo ucraniano, Petro Poroshenko, que seria sensato a retirada dos camiões russos que entraram na Ucrânia sem autorização.

Um porta-voz disse ainda que Angela Merkel apela a um entendimento e cessar-fogo para terminar com a crise no território.

Também o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, diz estar preocupado com a situação causada pelos camiões russos na Ucrânia. «Embora reconheça a deterioração da situação humanitária, qualquer ação unilateral pode exacerbar a situação, já perigosa, no leste da Ucrânia», acrescentou.